Destinos Europa inglaterra londres

20 pontos turísticos imperdíveis em Londres

Londres é uma cidade tão grande e diversa, que falar das suas principais atrações é um desafio.  Depois de três anos morando na capital inglesa eu explorei muito a cidade, visitei e revisitei diversos lugares icônicos e escolhi os meus pontos turísticos imperdíveis em Londres. Os lugares citados abaixo não são uma lista dos principais pontos turísticos de Londres, mas sim dos que eu considero mais especiais e que você não encontra em qualquer guia turístico. É difícil ver todos eles em uma só visita, mas você pode escolher os seus favoritos e incluir no seu roteiro juntamente com aquelas atrações mais famosas que eu nem vou citar na lista, como o Palácio de Buckingham, a Tower of London, a London Eye, o Big Ben, Picadilly Circus, Trafalgar Square e muitos outros.

Descubra 20 pontos turísticos imperdíveis em Londres

1. Jardim Botânico Kew Gardens

O Kew Gardens é o belíssimo jardim botânico de Londres, que reúne mais de 40.000 espécies de plantas em 326 acres. Confira estufas que reproduzem faunas e floras de diversos locais do mundo e prédios históricos que acomodam cafés, restaurantes e lojas de souvenires. O Kew pode ser visitado o ano todo, mas a primavera e o verão são as melhores épocas para curtir os jardins ao ar livre. Quem visitar a capital em dezembro não pode deixar de conferir o Christmas at Kew, um evento de Natal com direito a um festival de luzes e fogos de artifício.   

kew gardens - londres - reino unido

2. Museu Tate Modern

O Tate Modern é um museu britânico de arte moderna localizado às margens do rio Tâmisa. São 10 andares de muita arte, espaços de convivência, lojas de lembranças, cafés e restaurantes. Além das exposições de arte moderna, uma das coisas que eu mais gosto no Tate é o terraço do décimo andar, parte do projeto de expansão do museu concluído em 2016. Lá do alto é possível apreciar uma bela vista panorâmica de Londres. Leve a sua câmera, pois é o lugar ideal para tirar muitas fotos. E o melhor de tudo? A entrada é gratuita.

museu tate modern - londres - reino unido

3. Bairro Richmond

Richmond é um bairro de Londres que reúne dois lugares que eu adoro: o Richmond Park e a área Richmond Upon Thames. O Richmond Park é um parque com 955 hectares de área verde, sendo considerado o maior Royal Park de Londres. O legal desse parque é que ele é tão grande, que quase parece uma fazenda e é possível até ver veadinhos circulando livremente por lá. Se você não quiser caminhar muito, o ideal é ir de carro ou bicicleta. O Richmond Upon Thames é uma espécie de calçadão que fica às margens do Rio Tâmisa. As pontes com barquinhos ancorados no rio, os pubs tradicionais e as pessoas passeando sem pressa remetem ao clima de uma cidade do interior. Ali você encontra uma Londres mais pacata e bucólica.

richmond upon thames - londres - reino unido

4. Bairro Little Venice

Little Venice é um bairro no noroeste de Londres cortado pelo Regent’s Canal. O seu nome sugere uma semelhança com Veneza, a famosa cidade italiana rodeada por água, mas a Little Venice de Londres parece mais com Amsterdam. Isso, por conta dos barcos compridos que ficam ancorados e também circulam por lá. Alguns desses barcos são casas e tem gente morando neles, enquanto outros são restaurantes ou barcos de turismo. Little Venice também conta com inúmeros cafés e bistrôs charmosos às margens do canal. Sem dúvida um dos bairros mais charmosos de Londres.

little venice - londres - reino unido

5. Hyde Park

O Hyde Park é certamente o parque mais famoso de Londres, mas eu demorei para entender o porquê. Eu estive no Hyde Park pela primeira vez quando visitei Londres em 2011, mas vi só a parte do parque que fica perto da estação de metrô Marble Arch e não fiquei muito impressionada. Apenas quando me mudei para Londres em 2015 e fui morar no oeste da cidade, que descobri a entrada do Hyde Park que fica perto de High Street Kensington. Aí sim eu achei algumas das minhas atrações favoritas: os belos jardins do Palácio de Kensington, o Italian Water Gardens e a Fonte Memorial de Diana. Uma das épocas mais bonitas para visitar o Hyde Park é no outono, quando as folhas das árvores ficam amareladas e caem no chão.

hyde park-autumn-london-reino unido

6. Borough Market

Inaugurado em 1851, o Borough Market é um dos maiores e mais antigos mercados de comida deLondres. Eu sou completamente fascinada pelos food markets, pois é possível experimentar pratos de todos os cantos do mundo por preços acessíveis. É um ótimo lugar para almoçar ou comer uma sobremesa e beber um café. Você também pode aproveitar para levar para casa produtos mais artesanais e diferenciados, como queijos, azeites, vinhos e muito mais.

borough market - londres - inglaterra

7. Notting Hill

Impossível falar de Notting Hill sem pensar no filme Um Lugar Chamado Notting Hill. E não é a toa que esse bairro serviu de cenário para o filme nos anos 90, afinal as suas casinhas coloridas e mercados de rua são mesmo fotogênicos. O bairro está entre os mais nobres de Londres, pertencendo aos distritos de Kensington e Chelsea. Percorra a avenida Portobello Road, que reúne a maior parte do comércio e é palco de vários mercados, de moda até antiguidades. Explore também as ruas menores para conferir belas mansões. Se estiver com tempo, continue o passeio no Holland Park, famoso pelas suas tulipas e o seu jardim japonês.

notting hill - londres - reino unido

8. High Street Kensington

Essa é uma das minhas ruas comerciais favoritas em Londres. É uma boa alternativa para quem quer ver as lojas sem ter que enfrentar as multidões da Oxford Street ou da Regent’s Street. Além do mais, High Street Kensington tem uma localização estratégica, ficando a poucos minutos do bairro charmoso de Notting Hill, do Holland Park e do Hyde Park. Confira lojas de moda como a Marks & Spencer, H&M, Gap, Uniqlo, Zara, TK Maxx, Urban Outfitters e muito mais. Para fazer um lanche ou comprar produtos orgânicos não deixe de visitar o Whole Foods, que conta com uma padaria, confeitaria, buffet de saladas e pratos quentes. No segundo andar você também encontra alguns restaurantes. Para curtir uma ótima noite de música ao vivo visite o Piano Kensington.

9. Syon Park

Localizado no sudoeste de Londres, o Syon Park conta com um casarão da realeza (século 16), um belo conservatório e jardins que se estendem por 40 acres. Quando estive lá, a casa que pertence a família do Duque de Northumberland há mais de 400 anos estava fechada para a visitação. No entanto, se você tiver a oportunidade vale a pena ver o interior dessa casa decorada no século 18. Por sinal, a casa serviu como cenário para filmes famosos como Alice Através do Espelho, Orgulho e Preconceito e Zumbis e Belle.  O conservatório do início do século 19, idealizado por Charles Fowler, é uma verdadeira obra de arte. Além de ser uma construção imponente em meio aos jardins, o seu interior cheio de plantas e até fontes é um lugar mágico. O Syon Park conta com mais de 200 espécies de plantas, sendo um ótimo lugar para se conectar com a natureza, relaxar e fazer um piquenique.

syon park -conservatório - londres - inglaterra

10. Museu Victoria & Albert

Fundado em 1852, o Museu Victoria & Albert conta um dos maiores acervos de arte e design do mundo. A sua coleção permanente possui mais de 4.5 milhões de objetos. Não bastasse as relíquias que o museu conserva, o casarão no qual ele foi construído é uma obra de arte por si só. Eu sou apaixonada pelos jardins que ficam no seu interior, compostos por uma fonte, gramados e cadeiras para relaxar. Durante o verão, as crianças fazem a maior festa na fonte se molhando dos pés a cabeça e enlouquecendo os pais. Eu gosto de ir lá de tempos em tempos só para observar a função e ler um livro. De frente para os jardins, também há um dos bistrôs mais lindos de Londres em um ambiente de época: paredes, teto e pilares adornados e lustres antigos.

museu victoria & albert - londres - inglaterra

11. Southbank

Localizado no coração da cidade às margens do rio Tâmisa, Southbank é o bairro cultural de Londres. Próximo da London Eye e de frente para Westminster,  oferece uma ótima vista de cartão postal da capital. Não é a toa que essa região está sempre movimentada e recebe muitos turistas. É comum também ver inúmeros músicos e artistas entretendo o público com os seus atos. Southbank também é lar do centro de artes e eventos Southbank Centre, que conta com exibições de arte, workshops, cinema, shows de música e muito mais. Eu adoro passear por ali, pois além do cenário agradável há mercados de comida, cafés e bistrôs.

southbank-londres-inglaterra

12. Ponte do Milênio (Millennium Bridge)

Inaugurada em 2000, a Ponte do Milênio ganhou fama mundial ao aparecer na telonas do filme Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Feita de aço, a ponte de pedestres suspensa sobre o Rio Tâmisa conecta a área de Bankside com a City of London. Eu adoro tudo sobre essa ponte: o seu design inovador, a vista lá de cima e o fato de que ela fica entre a Catedral St. Paul e o Museu Tate Modern. Percorra a ponte de ponta a ponta curtindo a paisagem e tirando muitas fotos. Aproveite também para subir na sacada do Tate Modern e ver a ponte do alto.

ponte do milênio - londres - reino unido

13. Catedral de São Paulo (St. Paul)

Atravessando a Millennium Bridge em direção a St.Paul é possível observar a Catedral emoldurada pela ponte. Sem dúvida uma das melhores formas de apreciar a sua beleza em meio a paisagem. Lar do Bispo de Londres, a catedral anglicana se destaca no cenário com os seus mais de 100 metros de altura e a sua bela cúpula. Aliás, durante alguns séculos a catedral foi considerada o prédio mais alto de Londres. Dedicada ao apóstolo São Paulo,  a sua versão atual foi reformada no século 17 pelo arquiteto Chirstopher Wren.

catedral de são paulo - londres - inglaterra

14. Kingston Upon Thames

Pense em um lugar bonito e tranquilo a beira do Rio Tâmisa: Kingston Upon Thames. Essa é uma área no sudoeste da cidade que faz parte da região metropolitana de Londres. É o lugar perfeito para relaxar durante o final de semana, especialmente no verão. Você pode passear às margens do rio, observar os barcos e as competições de remo, jantar nos inúmeros pubs e fazer compras. Pegando um trem em Waterloo você chega em Kingston em cerca de meia hora.

kingston - londres - reino unido

15. Carnaby Street

Há poucos minutos das movimentadas Oxford Circus e Piccadilly Circus, você encontra uma rua cheia de charme: a Carnaby Street. Uma rua de pedestres com lojas pequenas e fachadas coloridas. Uma ótima opção para jantar é a galeria de 3 andares Kingly Court, que conta uma área ao ar livre. No total, são 14 ruas nos seus arredores, com mais de 100 lojas e 60 restaurantes. Em datas comemorativas, como o período do Natal, essas ruas ganham uma decoração temática especial.

carnaby street - londres - inglaterra

16. Covent Garden Market

Localizado em um prédio histórico, Covent Garden é um mercado conhecido pelas suas lojas de moda e restaurantes. Sem dúvida um lugar cheio de atrações, com direito até a música ao vivo e performances de artistas. No século 17, a praça no estilo italiano era palco de vendedores que comercializavam os seus produtos em barracas improvisadas. Inaugurado em 1830, o Covent Garden Market mudou muito e hoje é um local mais sofisticado que atrai inúmeros visitantes.

convent_garden_londres_inglaterra

17. Somerset House

A Somerset House é um antigo palácio do século 16, que foi lar da princesa Elizabeth antes de ela ser coroada. Hoje o casarão é um centro cultural que organiza instalações de arte, workshops, exibições de filmes e muito mais. Durante o verão você pode curtir o pátio com as fontes d’água, festivais de música e sessões de cinema ao ar livre. No inverno, prepare-se para se divertir na pista de patinação no gelo e no bar com um cardápio perfeito para o frio. Durante o ano todo você também pode desfrutar dos cafés e bistrôs localizados na Casa Somerset.

somerset house - londres - inglaterra

18. Queen Mary’s Gardens (Regent’s Park)

Visite o jardim de rosas Queen Mary’s Gardens, no Regent’s Park, para apreciar a magia da natureza. São rosas e mais rosas das mais variadas cores e formatos. Uma mais linda que a outra. Não esqueça a sua câmera, um livro e a cesta de piquenique. Certamente um ótimo lugar em Londres para respirar ar puro e escapar do movimento urbano. Visite o jardim entre maio e setembro para conferir as rosas. No entanto,  saiba que os melhores meses para vê-las cheia de vida são junho, julho e agosto.

queen mary's gardens - regents park - londres - reino unido

19.  Old Spitafields Market

Aberto 7 dias da semana, o Old Spitafields Market é um ótimo lugar para comer e comprar. São mais de 40 opções para experimentar pratos e bebidas das mais variadas cozinhas. Além de inúmeras lojas e barracas de moda e arte com produtos diferenciados. Eu já estive no mercado inúmeras vezes e nunca me canso do seu astral agradável e cosmopolita. Há sempre algo novo para experimentar. Fique de olho no site, pois eles sempre organizam eventos por lá.

20. Sky Garden

O Sky Garden nada mais é do que um jardim nas alturas. Sim, um local fechado decorado com muitas plantas e com uma vista panorâmica de Londres. Com certeza um dos meus lugares preferidos para ver Londres do alto. A foto abaixo foi tirada da sacada em uma das minhas visitas ao Walkie Talkie, apelido do prédio que hospeda o Sky Garden. Localizado na 20 Fenchurch Street, para fazer uma visita gratuita aos jardins basta agendar no site. Você também pode ir até lá para curtir o bar Sky Pod e os restaurantes de luxo Darwin Brasserie e Frenchurch Restaurant.

londres - tower bridge - inglaterra

Já deu para perceber que não faltam atrações incríveis em Londres, né? Espero que esse post com 20 pontos turísticos de Londres que você não encontra em qualquer guia o ajude a planejar a sua viagem. Tem dicas de Londres? Envie nos comentários.

Leia também:

Passeio de um dia até Brighton

O que fazer em Paris no inverno

Roteiro completo em Lisboa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: