América Destinos Lago Titicaca Peru

Uma aventura inesquecível no Lago Titicaca | Roteiro de 3 dias | Peru

Localizado nos Andes, na fronteira entre o Peru e a Bolívia, o Lago Titicaca é um lugar rico em belezas naturais e tradições culturais.  Considerado o maior lago da América do Sul em termos de volume de água, o Tititcaca é um destino imperdível para quem curte natureza e quer aprender mais sobre o povo peruano. Eu tive uma experiência fantástica visitando as Ilhas Flutuantes dos Uros, Amantani e Taquile com um grupo de estrangeiros. Nós dormimos uma noite na Ilha de Amantani, que se quer tem energia elétrica, ficamos hospedados na casa de uma família local, curtimos as paisagens incríveis do Lago Titicaca e aprendemos sobre as tradições da região. Sem dúvida um passeio bem diferente e interessante. Abaixo você confere o meu relato com muitas fotos e todas etapas do passeio.

Confira abaixo a minha aventura inesquecível no Lago Titicaca em um roteiro de 3 dias

Dia 1: Trajeto de ônibus de Cusco a Puno (Cerca de 9h com paradas para turismo e almoço)

Dia 2: Visita às Ilhas Flutuantes dos Uros + Tarde/Noite na Ilha de Amantani

Dia 3: Da manhã à tarde em na Ilha de Taquile + Retorno de barco a Puno + Retorno de ônibus noturno para Cusco

Trajeto de Cusco a Puno

A viagem de ônibus de Cusco a Puno levou quase o dia todo, mas foi agradável porque no caminho fizemos várias paradas para conhecer um pouco mais das ruínas Incas. Puno é uma cidade pequena e pacata, que fica a 3.855 metros de altitude às margens do belo Lago Titicaca. Chegamos lá no final do dia e resolvemos dormir cedo para guardar as nossas energias para o passeio principal: explorar as ilhas do Lago Titicaca.

Roteiro de barco pelas ilhas do Lago Titicaca

Na manhã seguinte partimos para o tão esperado passeio, a visita às pitorescas ilhas do Lago Titicaca. O meio de transporte: uma lancha de porte médio, um tanto quanto lenta. No barco conhecemos uma turma de cerca de 30 pessoas de diversas nacionalidades que nos acompanhariam nessa aventura de dois dias.

passeio de barco - lago titicaca - peru -turismo

Conhecendo as Ilhas Flutuantes dos Uros

Um bate papo com o presidente da ilha

A nossa primeira parada foi nas Ilhas Flutuantes de Uros, que fica a meia hora do porto de Puno. Logo que chegamos, o presidente da Ilha nos explicou através de uma maquete como ele e o seu povo construíram a ilha artificial de Uros. O presidente era carismático e a explicação foi bem humorada. Ele até fez parecer que foi fácil construir tudo aquilo. A ilha foi criada através da totora, uma planta que cresce às margens do lago. O acúmulo do caule dessas plantas é que forma o solo da ilha flutuante.

Ilhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismoIlhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismoilhas flutuantes dos uros - lago titicaca - peru - turismoIlhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismo

A história do turista Japonês

Além disso, esse caule também pode ser consumido como alimento. Nós pudemos experimentar, mas o grupo foi bem instruído a comer apenas a parte branca da planta que, honestamente, não tem quase gosto. E o guia nos contou a história de um turista japonês que sem querer comeu também a parte verde e depois teve uma dor de barriga danada. E existe banheiro, por acaso, nessa região? Nem sonhe. Nem quisemos saber o desfecho dessa história.

Explorando o interior das casas de totora e conhecendo os locais

É também com essa planta que eles constroem as cabanas onde vivem e os barcos que usam para se locomover. Fomos convidadas a conhecer uma das casas. O espaço era pequeno e ali dentro tinha basicamente uma cama e algumas roupas. O que me chamou a atenção é que tinha um cheiro forte e não muito agradável, que deve ser em função da planta.

A menina que nos mostrou a casa disse que ela estava se preparando para cursar Turismo na universidade de Puno. Achei esse fato curioso e interessante. Tenho a impressão de que ela era exceção ali, mas não tenho certeza. Partimos rumo ao nosso próximo destino, mas ficou comigo a imagem daquelas pessoas tão simples, vestindo roupas coloridas e alegres. Enfim, de um lugar tão diferente, tão intocado pela civilização.

Ilhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismo Ilhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismo Ilhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismoIlhas Flutuantes dos Uros - lago titicaca - peru - turismo

Desembarcando na Ilha de Amantani

A segunda parada do passeio pelo Lago Tititcaca foi a Iha de Amantani, onde iríamos passar a noite. Quando acertamos o passeio com o guia não questionamos muito como seria, mas quando ele nos contou que ficaríamos hospedadas na casa de uma família local e que não haveria energia elétrica, ficamos um pouco preocupadas.

Acomodação em casa de família na Ilha de Amantani

A Ilha de Amantani não tem semelhança nenhuma com a dos Uros, pois é uma ilha de formação natural. Depois de três horas dentro do barco finalmente chegamos. O grupo de 30 pessoas foi dividido entre as famílias locais.

Na nossa casa também estavam hospedados um casal de franceses, já de meia idade, e um trio de chilenos. A nossa mãe local nos guiou por uma subida que em função da altitude e do cansaço me pareceu interminável. Chegando na casa, nos surpreendemos com a ótima infraestrutura; um ambiente simples, mas agradável, limpo e organizado. Da sacada do nosso quarto tínhamos uma bela paisagem da ilha. O almoço foi vegetariano, ponto a meu favor, poque na Ilha eles não comem carne. Eles vivem do cultivo e do artesanato. E atualmente também utilizam o turismo como fonte de renda.

Ilha de Amantani - Lago Titicaca - Peru

A ilha de Amantani e as tradições do seu povo

A ilha possuí cerca de quatro mil habitantes. Os moradores se organizam em comunidades, que podem ser identificadas pela cor da saia das mulheres. Cada comunidade veste uma determinada cor e as da nossa família hospedeira eram vermelhas. As mulheres vestem todos os dias os mesmos trajes e todas elas se vestem iguais. É bastante curioso considerando que vivemos em um mundo no qual a moda é super valorizada. E aí nos deparamos com um povo que está tão ligado as suas tradições e raízes, que é completamente indiferente às tendências.

Passeio principal: Visita ao templo sagrado no topo da ilha de Amantani

No meio da tarde fizemos o principal passeio da Ilha. Se eu achei o caminho da chegada cansativo, esse foi muito mais. Percorremos praticamente toda ilha até o seu topo, onde se encontra um templo sagrado. Lá seguimos a tradição de dar três voltas ao redor do templo para depois poder fazer um pedido. E antes de retornar, quando já estava ficando noite e frio, observamos um belo pôr do sol. No caminho até lá admiramos encostas e mais encostas recortadas por terraços de agricultura, que exibiam os mais variados tons de verde e contrastavam com o azul intenso do Lago Titicaca.

Ilha de Amantani - Lago Titicaca - PeruIlha de Amantani - Lago Titicaca - PeruIlha de Amantani - Lago Titicaca - Peru Ilha de Amantani - Lago Titicaca - Peru

Celebrando com os moradores da ilha

À noite fomos convidadas a vestir os trajes típicos do local e ir a uma festa tradicional. Saímos todas trajadas, com as nossas lanternas em punho e impressionadas com o céu estrelado. Seguimos o pai da família que nos hospedava até o local da festa. Ao chegar lá, vimos que tinha luz no salão, e percebemos que os painéis solares instalados na ilha realmente funcionam.

Um dia na Ilha de Taquile

Na manhã seguinte seguimos até a Ilha de Taquile. Chegando lá, percorremos um caminho de quase 3km de subidas para chegar até a vila onde vivem cerca de duas mil pessoas. Embora Taquile e Amantani sejam muito semelhantes, achei Taquile ainda mais bonita. E é ainda um pouco mais tradicional, pois nas vestimentas do povo há indicações de seu estado civil e da sua posição social. Os casamentos não são arranjados, mas uma vez que unidos, o homem e a mulher não podem se separar.

Terminamos o passeio saboreando o prato típico da região: a truta. Mas o melhor mesmo foi a vista incrível do restaurante no alto da ilha. No regresso enfrentamos mais três horas de barco até Puno. Sentada do lado de fora da lancha, observando aquela água azul e sentindo o vento no rosto, eu me senti tão bem e feliz de ter conhecido um lugar tão incrível; e de ver de perto pessoas que vivem de uma forma tão simples e tão diferente da minha realidade.

Ilha de Taquile - lago titicaca - peru - turismoAlmoço -Ilha de Taquile - lago titicaca - peru - turismo peixe - Ilha de Taquile - lago titicaca - peru - turismoIlha de Taquile - lago titicaca - peru - turismo

Leia também:

ROTEIRO DE UM DIA NO VALE SAGRADO DOS INCAS 

ALHAMBRA: O INCRÍVEL LEGADO ÁRABE EM GRANADA | SUL DA ESPANHA

14 LUGARES IMPERDÍVEIS PARA VISITAR EM FLORENÇA | ROTEIRO NA TOSCANA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.