Destinos Europa Itália Veneza

O que fazer em Veneza – Dicas e pontos turísticos | Itália

Veneza é um dos destinos mais românticos da Europa. Imagine ruas estreitas, prédios históricos com flores nas janelas, gôndolas navegando sobre águas claras e pontes por todos os lados. Localizada na Lagoa de Veneza, a cidade é composta por mais de 100 pequenas ilhas que se conectam pelas pontes. Um lugar que não tem igual em nenhum canto do mundo. E para completar, esse pequeno pedaço do paraíso fica na Itália, um país conhecido pela sua excelente culinária. Portanto, prepare-se para passar muito bem em Veneza. Confira abaixo o meu roteiro de 2 dias com os principais pontos turísticos de Veneza.

O que fazer em Veneza:

Visitar a Praça de São Marcos (Piazza San Marco)

Comece o seu passeio em Veneza visitando a Piazza San Marco, a principal praça da cidade.  Sempre muito movimentada, a piazza conta com algumas das melhores atrações da cidade: a Basílica de São Marcos, a Torre Sineira (Campanile di San Marco), a Torre do Relógio de S. Marcos e o Palácio Ducal. Além dos prédios históricos, a praça também é conhecida pelas inúmeras pombas, que acabam entretendo os turistas e sendo alvo de fotos.

piazza di san marco - praça de são marcos - veneza - itália - pontos turísticospombas - piazza di san marco - praça de são marcos - veneza - itália - pontos turísticospiazza di san marco - praça de são marcos - veneza - itália - pontos turísticos

Conhecer o interior da Basílica de São Marcos

Construída em 828 DC, a Basílica de São Marcos conta com peças de mármore trazidas da Síria, do Egito e da Palestina. A entrada na São Marcos é gratuita, portanto prepare-se para admirar mais 8.500 metros quadrados cobertos de ouro.

Subir no Campanário de São Marcos

O campanário de São Marcos (Campanile di San Marco), também conhecido como Torre Sineira, foi construído inicialmente no século 9 e servia como uma torre de vigia. Em 1902  a torre entrou em colapso, mas foi reconstruída e inaugurada em 1912. É nessa verão do século 20 da Torre Sineira que os turistas podem encarar vários lances de escadas para chegar ao topo e conferir uma vista panorâmica da Piazza di San Marco e dos canais de Veneza. 

Se perder pelas ruas estreitas e pelos canais

Se tem uma coisa que você precisa fazer em Veneza, é se perder. E aproveite, pois essa é uma tarefa fácil, já que Veneza foi construída de forma nada linear.  Ande sem rumo pelas ruas estreitas, cruzando pequenas pontes e admirando as gôndolas que navegam pelos pequenos canais. Esqueça dos mapas por algumas horas e simplesmente aprecie os prédios coloridos, as ruas tranquilas e toda a beleza desse lugar único.

canais - gôndolas - veneza - itália - turismocanais - gôndolas - veneza - itália - turismocanais - gôndolas - veneza - itália - turismo

Atravessar a Ponte de Rialto

Nenhum roteiro turístico por Veneza está completo sem atravessa a Ponte de Rialto. Além de ser um dos cartões postais da cidade, essa ponte suspensa sobre o Grande Canal é a ponte em arco mais antiga de Veneza. Ela é a principal conexão entre os dois lados do canal, embora existam outras travessias. Aproveite para tirar muitas fotos, pois a ponte oferece uma das melhores vistas da cidade.

ponte de rialto - grande canal - veneza - itália - turismo grande canal - veneza - itália - turismo grande canal - veneza - itália - turismo

Comer nos restaurantes na beira do canal

Se você quiser comer com uma vista de tirar o fôlego, os restaurantes às margens do Grande Canal são uma ótima opção. No entanto, saiba que os preços podem ser um pouco elevados por conta da localização privilegiada. De qualquer forma, aonde quer que seja, não deixe de experimentar a deliciosa culinária italiana. Prove as brusquetas, as massas, os risotos, a sopa minestrone, os famosos gelatos, o doce tradicional tiramisu e muito mais. Para experimentar diversos pratos em porções pequenas, aposte no chamado cichetti, a versão italiana das tapas espanholas.

restaurantes - grande canal - veneza - itália - turismo

Fazer um passeio de gôndola

O passeio de gôndola em Veneza é uma das atrações mais populares da cidade. Muitos casais escolhem o destino para oficializar o noivado, curtir a lua de mel ou comemorar o de aniversário de casamento. Nesses casos, o passeio  de gôndola a cerca de 80 euros por pessoa é justificado.  Porém, para quem não quiser investir tanto no passeio romântico com direito a cantoria e espumante, o vaporetto (ônibus aquático) pode ser uma boa opção para navegar pelo Grande Canal. Você também pode contratar agências de turismo que organizam tours com barcos privados. 

passeio de gôndola - grande canal - veneza - itália - turismo passeio de gôndola - grande canal - veneza - itália - turismo

Visitar as ilhas de Murano e Burano

Localizada a apenas um quilômetro de Veneza, a ilha de Murano é famosa pela produção de cristais de vidro. Se você estiver com tempo, vale a pena visitar a ilha para conhecer o Museu do Cristal (Museo Vetrario), a Igreja de Santa Maria e São Donato (século 12), a Igreja de São Pedro Mártir e o Palácio da Mula. Aproveite também para conhecer Burano, uma ilha que conta com prédios históricos ainda mais coloridos do que os de Veneza, sendo um ótimo lugar para admirar e fotografar. Para fazer esse passeio basta pegar o vaporetto (ônibus aquático) e embarcar na linha 4.1 rumo a Murano e depois de explorar a ilha pegar a linha 12 com destino a Burano. Outra opção ainda é contratar uma excursão.

Conhecer a Igreja San Giorgio Maggiore

Em uma ilha bem de frente para o centro histórico de Veneza, está localizada a Igreja San Giorgio Maggiore, obra famosa do arquiteto italiano Andrea Palladio. Datada do início do século 17, a igreja construída no estilo renascentista pode ser visitada atravessando o Grande Canal de Vaporetto.

Igreja San Giorgio Maggiore  - veneza - itália - turismo

Curtir o carnaval de Veneza

Uma tradição do século 16, o famoso Carnaval de Veneza acontece até hoje nos dias que precedem a quaresma. Com duração de 10 dias durante o inverno Europeu, o carnaval veneziano tem como principal característica as máscaras e as roupas do século 18. A ideia do carnaval mascarado surgiu para que a nobreza pudesse participar da festa junto com o povo. Os turistas podem participar dos bailes organizados em salões de festas ou assistir aos desfiles nas ruas. Portanto, se você visitar Veneza durante o período do Carnaval, não deixe de conferir a programação e participar dessa festa tão tradicional. Se você for fã das máscaras, também pode comprar uma para decorar a sua casa.

máscaras - carnaval de veneza - itália - turismo

Leia também:

Positano: a praia mais bonita da Costa Amalfitana | O que fazer e dicas

14 lugares imperdíveis para visitar em Florença | Roteiro na Toscana

Os melhores fotógrafos de viagem para seguir no Instagram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: