Dicas de Viagem

Como tirar as melhores fotos de viagem para o Instagram

Tirar fotos enquanto viajamos e exploramos um novo destino é uma das melhores formas de criar memórias para uma vida inteira. Os cenários inéditos aguçam os nossos sentidos e nos inspiram a registrar tudo o que vemos. Além do mais, não tem nada melhor do que voltar para casa e poder reviver uma viagem através das belas fotos que tiramos pelo caminho.

Nos tempos modernos — dominados pelas tecnologias — as pessoas têm tirado mais fotos do que nunca, afinal o celular transformou todos nós em fotógrafos amadores. E se antes as fotos passavam de mão em mão em um álbum de fotografias, agora elas ficam expostas ao mundo todo no Instagram, Facebook, Snapshat, Twitter, Pinterest, etc. No entanto, esse novo hobby e as redes sociais acabaram despertando em muita gente um interesse em aprender a tirar fotos melhores.

Muitas pessoas comentam comigo que gostariam de fazer um curso de fotografia e aprender a mexer nas configurações manuais da câmera para tirar fotos mais bonitas nas suas viagens. No entanto, eu acredito que isso não seja o mais importante de aprender, por isso resolvi compartilhar com você as minhas dicas para tirar fotos de viagem melhores para o Instagram. Vale alertar que algumas das dicas são mais avançadas para quem já fotografa com a câmera e não somente com o celular.

Como tirar as melhores fotos de viagem para o Instagram:

1. Busque inspiração em diversos fotógrafos

Se você está começando a fotografar, buscar inspiração no trabalho criativo de outros fotógrafos é uma ótima forma de identificar o tipo de fotos que você gosta e o estilo que vai querer seguir. Preste atenção no enquadramento das imagens, no ângulo, na luz utilizada pelo fotógrafo e nos tons da foto. Todos esses elementos lhe darão ideias para tirar fotos melhores nas suas viagens.

Alguns fotógrafos de viagens que me inspiraram:

Tsé Biiʼ Ndzisgaii : valley of rocks

Uma publicação compartilhada por ChrisBurkard (@chrisburkard) em

2. Explore ângulos e distâncias focais diferentes

Quando eu estudei fotojornalismo, aprendi que as fotos devem contar uma história completa. Portanto, quando um fotógrafo sai para cobrir uma reportagem, ele deve tentar fotografar a situação dos mais variados pontos de vista e usar distâncias focais diferentes:

  • Imagens que apresentem um panorama mais geral do local ou acontecimento
  • Fotos de algo específico, seja uma ação, um cenário ou uma pessoa
  • Fotos de detalhe (zoom)
  • Fotos de ângulos variados: na altura do olhar, de cima para baixo, de baixo para cima, utilizando um objeto como moldura, etc
  • Fotos com diferentes composições: experimente fotografar o mesmo cenário variando a composição.

Embora estejamos falando de fotos de viagem, tentar seguir um roteiro assim funciona muito bem. Em cada local que você visitar pode tentar variar os ângulos, enquadramentos e as distância focais para ter diversas opções.

Experimente tirar uma foto de cima para baixo para ter uma perspectiva diferente do local, como essa que eu tirei em Praga:

Old town square in Prague, view from the Astronomical Clock 🔭

Uma publicação compartilhada por Daniela Lago (@danielalago) em

3. Aprenda a identificar uma boa luz

Na fotografia luz é tudo. Sem dúvida é uma das primeiras coisas que você deve aprender.

Mas afinal, como identificar uma boa luz para as fotos? Eu vou dar alguns exemplos abaixo, mas a verdade é que para entender bem o ideal é tirar fotos dos mais variados cenários em diferentes horários do dia e avaliar o resultado.

  • Em dias de sol, o cenário que está a favor do sol normalmente tem a melhor luz.
  • O contra luz, que é quando o sol está contra o objeto ou a pessoa fotografada, também pode render um efeito bonito, mas é mais difícil de acertar.
  • A luz do amanhecer é mais suave e a do entardecer é mais amarelada, ambas funcionam muito bem nas fotos.
  • Os dias de chuva muitas vezes rendem um entardecer com um céu em tons de rosa, fique atento.
  • Os dias de chuva também rendem belas fotos noturnas, pois as luzes da cidade refletem no chão molhado.
  • Quanto você fotografar uma pessoa em um cenário claro, lembre-se de que ela também deve estar no sol, se não o fundo fica claro e pessoa fica escura.
  • O horário do meio dia é o que faz mais sombra, portanto cuidado para não acabar com um contraste muito grande na suas fotos.
 Essa foto que eu tirei no final do dia em Nice mostra bem como é bonita a luz quente do final do dia:

Colourful buildings in Nice 💛💙 #ilovenice

Uma publicação compartilhada por Daniela Lago (@danielalago) em

 

4. Fique atento

Fique ligado em tudo o que está acontecendo ao seu redor durante a viagem, você vai ver que quando começar a fotografar mais, irá desenvolver um olhar mais aguçado para perceber cenários e ações que rendem uma bela foto.

Essa foto dos Lago Plitvice, na Croácia, mostra bem como é importante estar atento, pois a mesma foto sem as pessoas cruzando a ponte já não seria tão interessante.

Breathtaking views at Plitvice Lake 😍 #missãovt

Uma publicação compartilhada por Daniela Lago (@danielalago) em

5. Use a câmera no automático

Essa pode ser a dica mais surpreendente que eu vou compartilhar com você, mas eu acredito que tirar fotos no módulo automático é a melhor opção durante uma viagem. O módulo manual exige que você ajuste as configurações sempre que a luz mudar, o que acontece com muita frequência durante a viagem. Portanto, ficar mudando os ajustes toda hora dá uma margem maior para o erro, o que pode resultar em fotos com excesso ou falta de luz. O ajuste automático da câmera é bem inteligente, por isso é muito mais fácil usar ele e depois melhorar o que for preciso com algum aplicativo de edição de fotos. No celular, eu adoro usar o App do Lightroom.

Usar a câmera no automático pode resultar em fotos tão boas ou melhores do que quem usa as configurações manuais.

By the sea #exploring #Brighon #Uk #england #beach #sunnyday #summer

Uma publicação compartilhada por Daniela Lago (@danielalago) em

6. Edite as suas fotos

Apensar da moda do #nofilter  nas redes sociais e do fato que as pessoas sentem orgulho quando tiram uma foto que não precisou ser editada, a verdade é que as câmeras não são perfeitas e o contraste das fotos muitas vezes não condiz com a realidade, portanto tratar e editar as fotos faz parte do processo. Aliás, vale lembrar que as fotos analógicas também passavam por um processo de edição, que acontecia durante a revelação na famosa sala vermelha, aonde era possível ajustar os contrastes da foto. Eu gosto das fotos mais naturais e o mais próximas da realidade possível, não sou a favor de grandes truques e transformações, mas acredito que seja importante cortar, endireitar e arrumar os contraste das fotos. Você não precisa fazer isso com todas as fotos da sua viagem, selecione as melhores e faça a edição completa.

One of the most beautiful places in #Italy #tb🔙 #Positano #Explore #Beach #Paradise #Europe

Uma publicação compartilhada por Daniela Lago (@danielalago) em

O melhor conselho sobre fotografia que eu já recebi foi “fotografia é arte, portanto não existe certo e errado”. É esse o recado que eu quero deixar para você que ama tirar fotos ou que recém está descobrindo essa arte. Fotografe muito e divirta-se, só assim você irá desenvolver o seu olhar e o seu estilo. E lembre-se que você é livre para usar a criatividade e tirar fotos do que bem entender, sem precisar seguir qualquer padrão. Fotografia é uma das minhas maiores paixões e eu espero que as minhas dicas para tirar as melhores fotos de viagem tenham ajudado e inspirado você.

Siga acompanhando as minhas fotos de viagem no Instagram 👇

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: